Set/Out - 2018 - nº 206

5 grandes problemas que podem arruinar a sua empresa

Conheça as principais adversidades enfrentadas por empreendedores em seus negócios e como resolvê-las.

Provavelmente, você já deve ter ouvido falar que tão difícil quanto alcançar o sucesso nos negócios, é manter-se lá em cima. Para que um empreendimento sobreviva, é fundamental que o empresário saiba lidar com os mais diferentes tipos de obstáculos, que certamente surgirão no dia a dia.

Tudo bem que a visão empreendedora do empresário será crucial para resolver boa parte dessas adversidades. Contudo, existem algumas situações que já foram vivenciadas por outros gestores e que, portanto, podem ser previstas. Confira cinco grandes problemas que podem arruinar o seu negócio e como resolvê-los quando baterem à sua porta!

1. FALTA DE CLIENTES
Um obstáculo típico enfrentado pelas empresas atualmente, principalmente devido à crise econômica dos últimos anos, é a falta de consumidores; e, de fato, não há negócio que sobreviva sem os clientes. É preciso, portanto, manter um fluxo recorrente de consumidores dos seus produtos ou serviços. Mas como fazer isso?

Já parou para pensar sobre as barreiras de entrada do seu negócio, incluindo os preços? A solução pode estar aí. Por isso, tente eliminar altos custos de entrada do seu empreendimento e realize outras ações simultâneas, como promoções em datas comemorativas. Assim, seu negócio pode oferecer um preço mais competitivo e, consequentemente, atrair mais clientes.

2. RECLAMAÇÕES SOBRE A SUA EMPRESA
Pior do que ter clientes reclamando sobre a sua empresa, é não saber dessas reclamações e, portanto, não respondê-las. Ficar atento às redes sociais e a sites como o “Reclame aqui”, e não deixar os consumidores sem uma resposta, certamente ajudará sua empresa a ter sempre uma boa imagem perante o público.

Reclamações também vão surgir pessoalmente ou por contato telefônico. No entanto, com a adoção massiva dos smartphones e a democratização do acesso à internet, a esmagadora maioria dos clientes fará suas reclamações nos meios digitais. Portanto, monitore frequentemente esses meios e cresça a partir do feedback de quem consome os seus serviços.

3. JUROS DE EMPRÉSTIMOS
Seja para financiar projetos da sua empresa ou para pagar dívidas, é bom ficar atento aos juros dos empréstimos oferecidos por bancos no mercado. Muitos deles aplicam taxas proibitivas, o que faz você trabalhar para o banco sem nem perceber.

Portanto, lembre-se de verificar as taxas do empréstimo que pretende fazer, caso precise. Se possível, tenha uma margem de conforto para situações em que houver a necessidade de se endividar um pouco mais, devido a alguma grande oportunidade que surgir.

4. CONTRATO SOCIETÁRIO
O que pode parecer, no início, uma parceria de sucesso (e inabalável), talvez se transforme em uma grande dor de cabeça no futuro. Isso acontece por causa de desavenças no dia a dia da operação ou por simples mudança de planos de uma das partes, por exemplo. Nada contra, até mesmo porque essas situações podem acontecer.

Contudo, é preciso estar preparado e não deixar essa adversidade prejudicar a empresa. Uma boa forma de resolver isso é escolher bem quem será o seu sócio e elaborar, no início, um acordo que delimite as responsabilidades e trabalhos de cada um. Também é fundamental deixar claro e registrar, em contrato, as regras de entrada e saída da empresa, no caso de possíveis desistências. Agindo dessa maneira, todos saem ganhando, e o seu negócio não é prejudicado.

5. FALTA DE USO DA TECNOLOGIA
Se o seu negócio ainda funciona à base de anotações com papel e caneta, ou com o preenchimento de planilhas pouco funcionais, já passou da hora de implementar a tecnologia nos processos da empresa.

Com a estruturação dos procedimentos, sua corporação passa a trabalhar de forma mais dinâmica e integrada, otimizando o tempo dos profissionais envolvidos e aumentando as chances de sucesso do negócio. Com a implementação da tecnologia, você pode, por exemplo, tomar decisões de maneira mais ágil, já que terá acesso fácil a muitos dados da empresa.

Viu só como é possível se antecipar e não deixar alguns problemas arruinarem o seu negócio? Esperamos que as dicas tenham sido úteis e desejamos boa sorte em seu empreendimento!

Fonte: www.goo.gl/6KKPzH




 

Sindilav Notícias 206


edições anteriores »