Mar/Abr - 2018 - nº 203

José Carlos Larocca participa de reunião plenária com o presidente Michel Temer

Evento foi realizado na sede da FecomercioSP, onde Temer pregou otimismo aos empresários presentes.

Marta Suplicy, Michel Temer, Abram Szajman, Ives Gandra da Silva Martins e José Carlos Larocca

Marta Suplicy, Michel Temer, Abram Szajman, Ives Gandra da Silva Martins e José Carlos Larocca

O presidente do Sindilav, José Carlos Larocca, participou no último dia 26 de março da reunião plenária mensal dos diretores da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP). Na oportunidade, a instituição recebeu o presidente da República, Michel Temer, que debateu temas de interesse dos representantes do empresariado brasileiro, presentes à reunião, e mostrou um breve balanço do seu governo.

Além de Michel Temer, o evento contou ainda com as presenças do presidente da FecomercioSP, Abram Szajman; do vice-presidente da FecomercioSP, Euclides Carli; do presidente do Conselho Superior de Direito da FecomercioSP, Ives Gandra da Silva Martins; da senadora Marta Suplicy; e do presidente da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (FIESP), Paulo Skaf.

Na abertura da reunião plenária, Abram Szajman deu destaque às conquistas econômicas do governo de Michel Temer desde que assumiu o comando do país, como o recuo da inflação e a queda das taxas de juros, o que representa sinais de recuperação da economia.

O presidente da FecomercioSP, no entanto, demonstrou preocupação com relação à demora na retomada de empregos, entre outros fatores, e perguntou, a Michel Temer, se o ciclo de crescimento dará a todos o retorno do bem-estar social. O presidente da República respondeu mostrando as ações do seu governo, em pouco mais de um ano e meio à frente do país. Temer disse que ainda vê um Brasil muito pessimista, apesar da retomada do crescimento econômico, e a taxa de juros alcançar 6,5%. Por isso, ele pediu mais otimismo aos representantes do empresariado brasileiro presentes à reunião.

Ainda segundo Michel Temer, ele pretendia coroar o seu governo com a reforma da previdência e a modernização tributária; contudo, a urgência com a segurança pública nos estados fez com que os seus planos fossem alterados. “Apesar disso, o conjunto de ações que tivemos ao longo do governo, como a instituição do teto de gastos, a modernização trabalhista, a intervenção no Rio de Janeiro e a abertura do diálogo, proporcionou a queda da inflação em 2,8%. Então, eu afirmo, sem medo de errar: o Brasil voltou. O Brasil voltou e veio para ficar”, ressaltou Michel Temer.

Ao final da reunião plenária, Abram Szajman entregou ao presidente da República um ofício com as principais bandeiras da entidade e as propostas para melhorar o ambiente de negócios no Brasil. José Carlos Larocca, presidente do Sindilav, participou ativamente dos debates, sempre atento e objetivando melhorias para os empresários do setor de lavanderias.




 

Sindilav Notícias 203


edições anteriores »