Mar/Abr - 2016 - nº 191

Editorial – Momento Econômico

Screen Shot 2014-08-11 at 2.37.25 PM

O custo de vida na região metropolitana de São Paulo registrou significativa alta no mês de fevereiro de 2016. Os dados são da pesquisa Custo de Vida por Classe Social, realizada mensalmente pela Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo – FECOMERCIO, que informa, ainda, que as classes B e A foram as que mais sentiram a alta do custo de vida. De acordo com a assessoria econômica da FECOMERCIO, a fraqueza da atividade econômica indica que as altas nos preços perdem força, mas a incerteza política faz os agentes aderirem a uma inflação preventiva.

Além disso, nos causa muita apreensão a sensação de que as autoridades econômicas tenham perdido o controle da situação. É com grande preocupação que estamos encarando o atual momento político e econômico no país, frente às recentes manifestações. No nosso setor, as lavanderias estão apresentando movimentos extremamente baixos, provocando várias demissões e deixando o quadro de funcionários reduzido. Mas, o pior é que muitas já atingiram o limite de sobrevivência.

Não pretendemos entrar em questões político-partidárias e de viés particular, porem é urgente que se encontre uma solução no campo político, pois somente assim os agentes econômicos voltarão a funcionar normalmente.

Como Presidente do SINDILAV, apoiamos a tomada de providencias para que possamos sair dessa crise sem precedentes no aspecto moral, político e econômico. Não podemos ficar refém dessa situação, pois no final de cada mês, temos os salários, fornecedores e impostos para pagar, alem dos nossos compromissos pessoais.

As recentes manifestações da população demonstram que nossa paciência e tolerância estão chegando a níveis preocupantes, e não podemos aceitar que esses incidentes levem a um caos social, e coloque em perigo nosso regime democrático. Portanto, o clamor do segmento de lavanderias é que haja uma rápida solução para esses problemas, trazendo estabilidade econômica, política e paz social.

José Carlos Larocca
Presidente do Sindilav


 

Sindilav Notícias 191


edições anteriores »